A produção habitacional via mercado

O objetivo do capítulo é compreender a dinâmica da produção habitacional privada na cidade de São Paulo com destaque para o papel desempenhado pelas incorporadoras imobiliárias na produção do espaço urbano. Para tanto, utilizou-se a base de lançamentos imobiliários residenciais produzida pela Empresa Brasileira de Estudos do Patrimônio (Embraesp) cobrindo o período de 1985 a 2013.

As análises são feitas à luz das políticas públicas habitacionais recentes e da instituição do Sistema de Financiamento Imobiliário e os resultados envolvem: (1) a descrição dos ciclos imobiliário, considerando evolução dos preços e tamanho das unidades; (2) a descrição da produção habitacional por faixa de renda ao longo do tempo; (3) os padrões de distribuição espacial dos lançamentos obtidos por meio de técnicas de georreferenciamento; (4) o perfil de concentração de mercado das incorporadoras que abriram capital, considerando a evolução dos preços e do volume de produção praticados por essas empresas.

Autora: Telma Hoyler